domingo, 14 de dezembro de 2008

VISITEM E AJUDEM A CASA ABRIGO BEIJA-FLOR

Hoje eu tive uma experiência diferente, fui numa casa/abrigo chamada Casa Abrigo Beija-Flor, em Austin, Nova Iguaçu/RJ. Para lá, vão algumas crianças órfãs, outras recolhidas na rua vítimas de todo o tipo de abuso e, as que são encaminhadas pela justiça, vitimadas por maus tratos em casa. Algumas apanham dos pais à toa, sem motivo, outras são estupradas e algumas outras são vítimas de violência por armas brancas. Todas hoje estão bem, fora de perigo, resguardadas pela justiça, bem como pelo pessoal da administração do abrigo.

Do lado do abrigo tem um CIEP onde, os que estão em idade escolar estudam, obrigatoriamente. As crianças são acompanhadas por psicólogos ou por assistentes sociais, bem como educadores que se revezam na tarefa diária de dar uma condição de vida melhor para essas crianças, todos voluntários.

Confesso que tive medo de ir até lá, não por preconceito, posto que sou desprovido de tal sentimento, mas, por não aguentar a emoção de ver o sofrimento daqueles pequenos. Mas, estava totalmente enganado. Quando cheguei, fui surpreendido com várias crianças, felizes e brincando com o pouco que têm, apesar de tudo por que passaram.

A casa/abrigo estava comemorando hoje o dia da entrega dos presentes do natal e eles fazem uma campanha interessante convidando pessoas para apadrinharem as crianças (que diga-se de passagem, precisam de tudo) para lhes levarem presentes. Minha mulher, por indicação de uma amiga que vai sempre lá ajudar, tinha apadrinhado uma menina de 6 anos de idade, que nós nunca havíamos visto e quando eu entrei, uma pequena agarrou nas minhas pernas e me perguntou sobre o seu presente. Quando eu vi aquela coisinha miúda, moreninha do cabelo ruim, com um sorriso lindo do tamanho do mundo, fiquei com a voz toda embargada e sem saber o que falar diante de tal pedido, mas, como não havia trazido nada para aquela criança, ela nada levou.

Mas, minha surpresa ainda estava por vir, quando procurando a Elisa, a menina apadrinhada, descobri que ela era aquela miúda do sorriso lindo que agarrou nas minhas pernas quando eu entrei e já estava com a minha mulher ganhando os seu presentes. A emoção foi grande e não me contive, fui às lágrimas. Imediatamente cheguei perto dela ganhei um beijo e um abraço e comecei a filmar a emoção daquela criança (que por algum tempo era espancada pela mãe), ganhando os presentes que nós trouxemos para ela. Coisa de Deus.

Parafraseando o Rei Roberto Carlos, quantas emoções, mas, quantas emoções eu vivi naquele momento. Foi muito bonito. Na verdade, o que levamos, foram coisas para o dia-a-dia, material para higiene pessoal, toalhas, calcinhas, shortinhos, camisetas, chinelos e brinquedo, tudo absolutamente novo, comprado exclusivamente para uma pequena de 6 anos de idade que nós não conhecíamos. E ela? Ah, ela era uma felicidade só, tinham que ver, era algo contagiante que eu em 47 anos de vida, vivi poucas vezes. Passamos uma tarde excelente.

Conhecemos o abrigo, que fica numa área de terra grande, afastada do Centro de Austin, numa casa com boas acomodações, refeitório e cozinha, embora inacabada, absolutamente limpos, roupas lavadas, quartos arrumados, sala com televisão, tudo muito simples, mas, muito bom. Mas, como eu havia falado no início, falta de tudo, absolutamente de tudo que se precisa numa casa para uma vida razoável.

O abrigo abriga de 30 a 40 crianças, de ambos os sexos, com irmãos e, com até 14 anos de idade.

Na hora de ir embora foi um problema. Preferi não falar com a Elisa, pois sabia que eu ia chorar, como agora (snif), mas, minha mulher foi até ela, que estava escondida atrás de um sofá, ainda fazendo gracinhas, lhe deu um beijo e um abraço e prometeu que iriamos voltar.

Voltaremos com certeza e passaremos a ajudar aquelas crianças, que de tudo precisam, tudo mesmo, inclusive amor, muito amor, para superarem seus traumas.

Quem ler este post e se interessar por ajudar, deixe seu pedido com o seu e-mail nos comentários, que entraremos em contato. E não esqueçam, visitem e ajudem, pois se faz bem a eles que recebem a ajuda, faz com que a gente se sinta muito melhor ajudando, acreditem.

Vou dormir que o tempo urge e amanhã ainda farei duas audiências durante o dia, além de atender alguns clientes, graças a Deus é mais uma dia de trabalho. Fiquem com Deus e um grande abraço a todos os leitores. Em outra oportunidade postarei as fotos da Elisa e do abrigo. Aguardem.

23 comentários:

  1. Muito bom, Ricardo ! É isso aí... =D
    Beijão !
    Juliana .

    ResponderExcluir
  2. Oi meu nome é Ingrid E eu morei la tbm,Achei muito legal da sua parte fazer isso...Parabéns e q deus te abençãoe

    ResponderExcluir
  3. Olá pessoal a Casa Abrigo Beija acolhe crianças e adolescentes vítimas de violência doméstica, estamos aberta p/ visitação,pois o sucesso do nosso trabalho depende de pessoas como vc, que divulgam o trabalho da instituição.Neste momento estamos fazendo uma campanha de cimento e tintas para pintura externa e interna, quem quiser colaborar o tel. é 2763.4106 - email abrigobeijaflor@yahoo.com.br , Fala com a coordenadora Vera Cristina. Obrigado Ricardo por divulgar o nosso trabalho. Abraços da família Beija-Flor. Vera Cristina.

    ResponderExcluir
  4. OI MANNAQ LINDO ESSER COMENTARIO EU PESSOR A DEUSPOR VCS TODOSOSDIAS EU VOU GANHAR LOTO VOU MANDAR UITA AJUDARAR VC TIR AMOR D+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

    ResponderExcluir
  5. Olá, meu nome é Bruna. Acabei de ler o que voce escreveu e assino em baixo.Bom,eu e alguns alunos estamos participando de um pesquisa que a Estacio de Sá de Nova Iguaçu está promovendo. Essa pesquisa é para colher todo tipo de informação de cada abrigo da região e com isso levarmos até as entidades para que algo seja mudado, sei que é muito difícil mas vamos vai o impossível para coseguirmos algo. Vai ser criado também um livro com todas essas informaçoes, para que as pessoas que vivem longe dessa realidade possam saber de tudo que esta se passando realmente na vida dessas crianças. Portanto,gostaria de ter contado com vc para saber mais apronfundo das suas opiniões... Meu e-mail: brunaguileira@hotmail.com
    Muito obrigada!

    ResponderExcluir
  6. Gostaria muito de ir la e poder ajudar tbm tem como cv entrar em contato comigo e me falar o endereço de lá???
    Meu email eh bialabhares@hotmail.com

    ResponderExcluir
  7. Gostaria muito de conhecer essas crianças desse abrigo, como podemos fazer?
    meu e-mail angelo.universo@ig.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi Ricardo, conheci algumas das meninas do Abrigo e fiquei apaixonada por elas,conversei com a Emanuela e ela me contou sobre sua vida no abrigo, estou juntando alguns amigos para fazer-mos uma visita, vamos ver o que Deus reservou para nós, mas pode ter certeza precisamos fazer alguma coisa, se cada um de nos fizer só um pouquinho sera o suficiente para tirar essas crianças dessa vida. Parabéns que Deus continue abençoando sua vida para continuar ajudando estas crianças.Solange
    Meu imail: solfseguros@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  9. Parabens!Muito bonito esse seu ato,que Deus o abençoe.
    Meu e-mail debora_ffontes@hotmail.com

    ResponderExcluir
  10. ´Oi galera por favor visitem e acima de tudo levem carinhos essas criança são adoraveis ..

    ResponderExcluir
  11. Gostaria de entrar como voluntario no abrigo..gmmodesto@gmail.com por favor me mande o endereço..Abs e Parabens pela iniciativa.

    ResponderExcluir
  12. Olá meu nome Isaías, gostaria de saber mais sobre o assunto. Onde se localiza o Abrigo...
    Email e msn: Darkins_21@hotmail.com


    Agradeço o contatoo!
    Um abraçoo ao casal!

    ResponderExcluir
  13. Boa tarde Ricardo, fiquei feliz em lê no seu blog sobre o abrigo. Estava procurando algo sobre ele na net, pois moro perto e já estive lá duas vezes há alguns anos atrás. Como já disse estava procurando algo sobre o abrigo na intençaõ de conseguir estágio na instituição, pois, curso serviço Social e preciso de estágio para conclusão do curso. parabéns pela iniciativa...
    Obs: caso conheça algum contato de estágio, meu email: clemencejedidias@gmail.com

    ResponderExcluir
  14. Boa noite! gostaria muito de poder ajudar essas crianças, por isso peço q me envie o tel de la para q eu possa entrar em contato. aqui vai o meu email: nicsuzi@hotmail.com

    ResponderExcluir
  15. que iniciativa bonita,gostaria de saber se o abrigo ainda existe e como faço para fazer uma visita.e-mail:edilenelyra30@yahoo.com.br entre em contato comigo para me respoder bjs

    ResponderExcluir
  16. É isso aí, gente!
    Eu sou uma que sempre que posso vou visitar as crianças com uns amigos meus da minha igreja. Nós brincamos com eles, rimos bastante, levamos atividades e catamos acerolas do pé, rs.
    Isso faz muito bem pra eles e pra nós, nos sentimos muito bem quando ajudamos aquelas crianças e vemos aqueles sorrisos lindos!
    Mas acima de tudo, estamos sempre orando por eles e com eles.

    Então, da forma que puderem .. seja doando coisas, indo até lá, orando por eles. AJUDEM!

    Abraços,

    ResponderExcluir
  17. ola gostaria de conhecer o abrigo. ir ate la.

    ResponderExcluir
  18. Edson Nascimento Ribeiro gostei muito do comentário . Gostária muito de conhecer o abrigo e ajudar ,de alguma forma só gostária de saber como faço para ir se precisa de alguma autorização. Sou habilitado desde 2006 eu e mnha esposa (luzinete) mas até hoje não consegui adotar sou de maricá aqui não tem abrigo meu nome esta no cadastro nacional de adoção.meu contato é 2636-1518 94757761e97505518 email edson.ribeiro38@gmail.com espero contato

    ResponderExcluir
  19. oLÁ...Sou moradora do bairro e nunca soube desse abrigo, por gentileza, se possivel poste no seu blog o endereço, porque com certeza farei uma visita

    ResponderExcluir
  20. Olá. Parabéns pela sua atitude! Sou aluna da UFRRJ de Nova Iguaçu e gostaria de ajudar também! Aguardo contato!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Raquel, sei que este comentário é antigo, mas se você ainda estiver com vontade de ajudar, mesmo que já tenha ajudado entre em contato comigo. Também estudo na UFRRJ de Nova Iguaçu. Eu sou da turma de assistente administrativo do SENAI e nós realizaremos uma visita ao orfanato Beija-flor no dia 9 de outubro e para esta visita estamos realizando uma gincana recolhendo alimentos. Estamos fazendo uma ponte entre pessoas que querem ajudar e o Orfanato. Se caso você quiser ajudar, entre em contato comigo por e-mail ou pelo facebook.
      E-mail: taissa.freire@yahoo.com.br;
      Facebook: Taissa Freire;

      Excluir
  21. Quando li seu post senti de novo a mesma emoção. já estive la a um tempo atras levando donativos recolhidos na festa de aniversario da minha mãe. Fez bem demais à alma.

    ResponderExcluir
  22. Oi Ricardo, gostei muito do que você publicou. Faço parte da turma de Assistente Administrativo do SENAI e nós estamos realizando uma gincana para ajudar este Orfanato. Selecionamos seu depoimento para ser citado em nosso projeto, cujo nome é "Solidarte", arte solidária, onde falaremos um pouco sobre a história do Orfanato, estaremos relatando as mudanças nas leis de adoção, e destacaremos outros temas relevantes como gravidez na adolescência para alertar o pessoal com números de incidências e riscos. Então, espero que não haja problema, não encontrei e-mail para contato com o Senhor, se caso puder me mandar um e-mail eu agradeço. Meu e-mail: taissa.freire@yahoo.com.br ou entre em contato comigo pelo Facebook.
    facebook: Taissa Freire. (ou o mesmo e-mail citado acima, porém sem o ponto). Beijos e Obrigado pela sua contribuição.

    ResponderExcluir